Ex-marido diz que Najila tem ‘temperamento explosivo’ e mania de conspiração

O ex-marido de Najila Trindade, Estivens Alves, afirmou ter recebido ameaças de morte desde que o caso de acusação de estupro envolvendo Neymar veio à tona. Em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, exibida neste domingo (9), ele afirmou que a modelo possui um “temperamento explosivo” e “mania de achar que tem sempre algo conspirando contra ela”.

Najila acusa o jogador de tê-la agredido e estuprado no dia 15 de maio, em um hotel em Paris.

Estivens diz que recebeu as ameaças de morte via redes sociais. “Fui ameaçado através de rede social, ameaçado de morte. (…) Umas bem patéticas, dizendo que se o Neymar não jogar a Copa América eu ia ser morto. Outras já mais graves: eu sei onde você mora, se você continuar se pronunciando eu conheço sua família”.

O ex-marido da modelo também lamentou a exposição do filho, de 6 anos, ao caso. “Meu filho não tem ido pra escola. Quando eu ligo a televisão e ele escuta o nome da mãe dele, ele chora. A vida dele está interrompida”.

Em uma entrevista anterior, ele criticou Neymar pela divulgação do nome do menino. “Expuseram o meu filho, o Neymar fez isso, colocou o nome do meu filho lá. Ele não está indo na escola por causa disso, está uma doideira. É muito baixo tudo isso. Está bem difícil. Eu sou uma pessoa centrada, mas isso está me deixando sem cabeça”, afirmou, em conversa com o jornal Extra no dia 4 de junho.

“TEMPERAMENTO EXPLOSIVO”

Ele classificou a ex-esposa, com quem manteve um relacionamento por 7 anos, como uma pessoa “difícil de se conter”. “A Najila sempre teve um temperamento explosivo. É uma pessoa difícil de se conter, então como você vê naquele vídeo, a forma como ela explode rapidamente naquele vídeo, é ela”.

No vídeo citado por Estivens, Najila desfere tapas em Neymar e o acusa de tê-la agredido na noite anterior. O vídeo que correu as redes sociais contém cerca de 1min e seria um trecho de uma gravação maior, de cerca de 7min, feita por ela no segundo encontro entre os dois, em Paris, após o estupro que ela acusa o jogador de ter cometido.

“Eu sinto que ela tem essa mania de achar que tem sempre algo conspirando contra ela”, completou Estivens sobre o perfil da modelo. Por fim, ele deixou claro que não toma partido no caso. “E que fique bem claro, o Estivens não está apoiando nem a senhora Najila nem o senhor Neymar”.

Entenda o caso

Na última sexta (31), Najila Trindade Mendes registrou um boletim de ocorrência na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, acusando o atacante Neymar por estupro no dia 15 de maio, em Paris.

No boletim de ocorrência, a mulher afirmou que conheceu o jogador pelo Instagram e foi convidada para viajar até a França. No dia 15, Neymar teria chegado embriagado ao hotel e, segundo a mulher, ele ficou agressivo e praticou relações sexuais sem consentimento.

A denúncia foi noticiada no dia seguinte, 1º de junho. Logo depois, o pai de Neymar apareceu no programa ‘Brasil Urgente’, da Band, e tentou descreditar a versão da mulher.

Na noite do dia 1º, Neymar postou um vídeo em sua conta do Instagram se defendendo das acusações e mostrando a conversa que teve com a mulher, incluindo fotos íntimas enviadas por ela.

Na quarta-feira (04 de junho), Najila Trindade Mendes apareceu publicamente e reafirmou o que disse no boletim de ocorrência: que foi agredida e estuprada. Na mesma noite, um vídeo de Najila agredindo Neymar foi divulgado, supostamente do dia seguinte ao ato sexual, quando a mulher exigia uma confissão do jogador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *