Rapper baiano é preso por roubo e violência doméstica

O rapper  Clóvis de Oliveira Santos Júnior, conhecido como Dark MC, foi preso em Salvador na última quarta-feira (7) sob a acusação de roubo qualificado. Dark MC é suspeito também de ter agredido a sogra e a namorada.

O documento pedindo a prisão do cantor já havia sido expedido pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) desde abril deste ano após a negação de um recurso para que o mesmo respondesse em liberdade. Em 2016, Clóvis e outros dois jovens foram condenados a cinco anos e quatro meses de reclusão, por um assalto cometido há quase sete anos. Na tarde do dia 31 de dezembro de 2012, o trio, a bordo de duas bicicletas, abordou e ameaçou uma mulher na Rua Régis Pacheco, no bairro do Uruguai. Na época o cantor ainda era menor de idade. A defesa do rapper entrou com recurso e, em abril deste ano, o recurso foi negado e o mandado de prisão expedido.As informações são do G1.

Violência doméstica
Ainda de acordo com o G1, Clóvis também é suspeito de agredir a sogra e a namorada, que na época era uma adolescente de 17 anos, no bairro de Santa Mônica, em Salvador. Esse caso aconteceu na madrugada do dia 29 de agosto de 2018.

O caso chegou a ser registrado na Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca) e na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Brotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *