Condenado por estupro, Robinho desfalca o Istanbul por temer prisão

Justiça italiana condenou atleta, em 2017 e diretoria turca quer evitar que atacante jogue contra Roma, segundo ‘As’. Partida será pela Liga Europa

Condenado pela justiça italiana por participação em estupro coletivo, em 2013, Robinho vai ser um dos desfalques do Istanbul Basaksehir, nesta quinta-feira (19), contra a Roma, pela Liga Europa. Como a partida vai ser realizada na Itália, o brasileiro temeria o risco de ser preso, segundo aponta o jornal espanhol ‘As’.

Ainda de acordo com a publicação, o treinador do Istanbul, Okan Buruk, não deu nenhuma razão para a ausência de Robinho. O jogador treinou normalmente durante toda a semana e atuou por 45 minutos na última partida da equipe. Robinho também não está suspenso ou lesionado. O atleta e o clube preferiram não arriscar.

O caso

O episódio pelo qual Robinho foi condenado ocorreu em 22 de janeiro de 2013. O jogador e mais cinco homens foram acusados de abusar sexualmente, na saída de uma boate, de uma mulher de 22 anos. Em 2017, Robinho foi condenado a nove anos de prisão, apesar de afirmar que não teve “nenhuma participação” no estupro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *