Governo da Bahia não quer negociar com os grevistas enquanto isso a população sofre com ondas de violência

A secretária estadual de Relações Institucionais, Cibele Carvalho, afirmou à imprensa na noite desta quinta-feira (10) que o governo não irá negociar com o deputado estadual Soldado Prisco (PSC), líder de um movimento pela greve dos policiais militares na Bahia.

“Fiquei até surpresa porque o deputado Prisco se levantou e saiu da reunião. Estou aqui, continuei na reunião, os deputados continuaram na reunião, e ele saiu”, disse, após o fim do encontro para debater o imbróglio entre policiais e governo do estado na Assembleia Legislativa do estado (AL-BA).

Apesar de afirmar não negociar com Prisco, Cibele garantiu que o governo quer diálogo. “Não vamos negociar. A gente quer paz, a gente preza pela segurança dos baianos e baianas do nosso estado. A gente sempre coloca a segurança como uma meta prioritária e vem atuando de forma satisfatória a Segurança Pública no governo do estado da Bahia”, comentou.

Na ocasião, a secretária reforçou o uso do termo “terrorismo” a respeito de ações criminosas ocorridas após o anúncio da greve, associada pelo secretário estadual de Segurança Pública, Maurício Barbosa, ao deputado Prisco. “Não vamos aceitar atos de vandalismo, terrorismo. Isso é inaceitável pelo governo”, afirmou. Bocão News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *