Atenção Governador vamos cuidar do povo pobreza é maior entre mulheres negras na Bahia diz IBGE

Na Bahia, a pobreza é maior entre as mulheres negras solteiras e com filhos menores de 14 anos de idade. O índice foi apontado nesta quarta-feira, 13, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou os resultados do estudo inédito ‘Desigualdades Sociais por Cor ou Raça’.

Segundo o órgão, em 2018, cerca 75,1% das mães solteiras pretas ou pardas e seus filhos tinham menos de R$ 413 por mês, vivendo abaixo da linha da pobreza no Estado. Isso reflete o número de 682 mil pessoas nestas condições, representando 1 em cada 10 pobres na Bahia.

O estudo divulgado pelo IBGE analisa, através da perspectiva de cor ou raça, temas contemplados no Programa de Atividades para a Implementação da Década Internacional de Afrodescendentes (2015-2024), aprovado pela Organização das Nações Unidas (ONU). O programa tem com o objetivo a promoção do respeito, da proteção e do cumprimento de todos os direitos fundamentais desse segmento populacional.

Além do índicie de pobreza em as mulheres negras, dados sobre outros aspectos da desigualdade social entre negros e brancos também foram divulgados. (ATarde)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *