Pai diz que Duda Reis pediu ajuda aos prantos: “Disse que não aguentava mais ser agredida”

Em conversa com seguidores nas redes sociais, o médico Luiz Fernando Barreiros comentou, mais uma vez, o relacionamento da filha, a atriz Duda Reis, com o cantor Nego do Borel. Segundo ele, a jovem teria reclamado de agressões do namorado e teria pedido ajuda à família, aos prantos.

 

Barreiros rebateu um comentário escrito por uma pessoa que duvidava que o músico tratasse a namorada mal. “Sei que os pais ficam preocupados pelo que já aconteceu, e não tiro a razão deles nisso. Mas, pelo que vejo, ela é uma ótima pessoa, teve boa educação, é uma mulher feita, inteligente e bem resolvida, não acredito que ela seja inocente ou tão boba ao ponto de está com alguém que esteja fazendo mal a ela”, pontuou a seguidora.

 

O pai de Duda relatou, então, um episódio recente envolvendo a filha. “Voltando de Maringá, paramos no Shopping em Penedo! Ela ligou para ele. Terminou a ligação e entrou no carro em prantos, dizendo que ele era um grosso, que não aguentava mais ser agredida e ouvir tantos palavrões e que tinha medo dele! Me pediu colo chorando! Como pai, como você acha que me senti e como você acha que estamos nos sentindo como família?”, disse.

Barreiros afirmou ainda que a atriz e modelo negaria o episódio: “Como é doloroso ver sua filha dizer que pode te processar por você estar defendendo ela de uma relação abusiva contada por ela mesma!”.

O médico encerrou o comentário, garantindo que se recusa a se relacionar com o cantor, a quem chama de “mau-caráter”. “Prefiro ser condenado na Justiça defendendo a verdade do que viver prisioneiro do remorso de não ter sido um pai e um marido que sempre lutou por sua família”, concluiu.

Essa não é a primeira vez que a família de Duda acusa o cantor de agredir a jovem, que já declarou nunca ter sido vítima de agressão. O casal reatou o relacionamento em abril, sempre enfrentando críticas dos pais da atriz. Nego do Borel, inclusive, anunciou que vai processar os sogros por causa de declarações como essa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *